O Tom da Caatinga



Projeto construído por Alecksandra Vieira de Lacerda e Ilmar Cavalcante - e que se traduz como uma referência ao Dia Nacional da Caatinga.
........................................................................................................................................................

Certificados do I SERPEC e da III EXPOCAATINGA

23, 24 e 25 de abril

I Seminário Regional sobre Potencialidades do Bioma Caatinga (I SERPEC) e III ExpoCaatinga está proposto como uma referência ao Dia Nacional da Caatinga (28 de abril) e se define pela relevância de referenciar os saberes e práticas evidenciados através dos atores regionais. Portanto, é um convite para um passeio através do tempo e do espaço pelas estradas da Caatinga no Semiárido Brasileiro.

Reflexão e Referência Poética

Caatinguês

Falar o Caatinguês é historiar as Caatingas em palavras, que modelam seus espaços e suas vidas entrelaçadas por uma teia de práticas e saberes que se fortalecem no sonho e na realidade de Caatingueiros Guerreiros, que lutam com armas faladas para ofertar visibilidade a uma terra que transpira potencialidades.

                       
                       Caatinga: uma Riqueza Escondida

                       Seca que encanta pela oferta de Resistência
                       Vida que não está morta, mas, em Dormência
                       Sol fonte de luz que se reveste em Eficiência
                       Solo propriedades que resultam em Resiliência
                       Água recurso em Suficiência
                       Caatingueiros almas e corpos direcionados por uma Vivência
                       Uma Terra, um sonho, um amor, Uma Potência.

                                 (Alecksandra Vieira de Lacerda)